A VIOLÊNCIA DA AUSÊNCIA: NOTAS SOBRE O DESAPARECIMENTO FORÇADO NO BRASIL

  • Andrea Schettini

Resumo

"O sofrimento é maior do que eu possa escrever ou processar
mentalmente. Então, eu procuro, até hoje, através de
advogados, pessoas amigas, obter algum relato sobre ele, o
que eu acho que é um direito meu como cidadã brasileira.
Mas isso, parece, ninguém respeita. Os processos se iniciam
e a resposta é “nada consta”. Enfim, eu estou vivendo no
compl e t o de s conhe c iment o sobre o me u f i lho.
Desconhecimento significa o seguinte: a tela está em branco.
Se a tela está em branco você pode pregar nessa tela o que
você quiser. Então, ele está morto? Está vivo? É um mortovivo?
É um vivo morto?”(Carmem Navarro)2

Publicado
2017-07-03