EM DEFESA DA ORDEM CAPITALISTA: FORMA JURÍDICA E O PROBLEMA DA VIOLÊNCIA

  • Allan M. Hillani

Resumo

Liberdade e igualdade universais são condições básicas da acumulação capitalista. Elas
não são simplesmente ilusões escamoteadoras das relações capitalistas “verdadeiras”,
mas a abstração jurídico-política que torna a acumulação capitalista sequer possível.
Isso constitui a forma jurídica do capitalismo, a forma social assumida pela relação
entre os portadores das mercadorias em suas relações mercantis, o substrato social para
as relações de valor. Contudo, a forma jurídica depende da violência estatal para ser
garantida, uma relação contraditória muitas vezes ignorada. O presente artigo busca
discutir precisamente a relação entre violência e forma jurídica no capitalismo.
Palavras-chave: violência; estado de exceção; forma jurídica; Estado; liberalismo

Publicado
2017-07-03